Você tem um Querido Vizinho?

Vizinhos, em geral, são folgados. Acham que têm o direito de intromissão só porque moram ao lado. Não são da família nem são amigos. São apenas vizinhos. Bisbilhoteiros e inconvenientes. Muito inconvenientes. Bastou querer dormir no domingão que eles põem música alta. Aliás, têm péssimo gosto musical. Eles, seus cachorros, gatos ou galinhas sempre cagam na sua calçada. É um inferno! Parece que fazem de propósito! Vizinhos pedem dinheiro emprestado. Fazem questão que você prove um bolo horrível que a avó fez. Eles sabem de seus podres e são fofoqueiros, contam pra toda vizinhança. Vizinhos são foda.

Já os Queridos Vizinhos são imprescindíveis. São eles que te emprestam chaves de fenda, xícaras de acúcar, carregadores de celular e até dentaduras. Te chamam por apelidos, chegam na hora do jantar e reclamam quando tem sopa. Conhecem sua família, inclusive falam mal da biscate da sua tia. Mas você não acha ruim, porque é verdade. Vizinhos, os Queridos, são sinceros. Até demais. Eles zoam se você engorda, aporrinham se emagrece.

Apesar de serem tão folgados quanto qualquer outro, os Queridos Vizinhos são seus cúmplices, sabem que estão no mesmo barco. São eles que te fazem feliz.